Seja mais feliz: dançe!

maio 31, 2009

Todos deveriam dançar.
Deveriam ouvir mais música, assistir a mais apresentações de dança, deixar envolver-se pela música, embalar-se pelo som, pelo ritmo, pelo desejo do corpo.
“Dance sem saber dançar”, diz a música. Dançar prescinde de saberes. Dançar é libido, é respiração, é leveza.
“Dance como se ninguém estivesse olhando” diz, sabiamente, a camiseta de um passante. Dance quando ninguém estiver dançando. Incite alguém a dançar; invente um passo fácil e espalhe alegria por ai.
Dance para explorar todas as possibilidades do seu corpo. Dance como quem conta uma história com os braços, com os pés, com os cabelos. Dance como quem se liberta. Dance para celebrar a alegria de estar vivo. Dance para ser mais feliz.

Anúncios

Cantando

novembro 4, 2007

Sim,

Sou cantora.

Cantora Amadora.

Mais amadora que cantora,

Mais amadora que amada.

 

Sou a nota, sou o tom

Sou a partitura não tocada:

pura potência.

 

Sou o ritmo

para aquilo que não tem tempo.

Sou dissonante, atonal

um melancólico allegro.

 

Sou emoção

(harmonia?)

entrando pelos seus ouvidos.


%d blogueiros gostam disto: