Infâncias

Os dramas infantis são os de maior intensidade, não porque saibamos serem os primeiros, isso não passa pela cabeça de uma criança em tão pouca idade, mas porque os imaginamos únicos. Entretanto, eles passam, a gente sobrevive e vem outros e outros e outros. A vida se repete neste eterno ciclo de largar a mão da mãe para depois voltar pedindo colo. E então a gente descobre que eles passam, e isso é bom. E então a gente descobre que eles voltam, e isso é a vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: