Um conselho da vovó

A Vovó Mimi é uma daquelas pessoas que vale a pena conhecer e trocar um dedinho de conversa. Ela não fala muito, apesar de não se furtar a dar ordens quando precisa e conselhos quando acha necessário.

Conversando com ela ouvi uma dessas histórias.

Uma pessoa da família andava bastante agressiva e vovó, incomodada com a situação, disse que ela deveria cantar. Cantar o tempo todo: ir para o trabalho cantando, tomar banho cantando, fazer o serviço de casa cantando. Se não pudesse cantar alto, que cantasse baixinho, em pensamento. O importante era não ficar pensando em coisas ruins.

Agora você já sabe: se estiver se sentindo mal, chateado com alguma coisa, de mal com alguém: cante.

Cantar não depende de religião, dinheiro ou espaço. Nem de voz precisa: cantemos em pensamento.

Viver pode ser muito melhor.

Cante, esse foi o conselho da Vovó.

Anúncios

4 Responses to Um conselho da vovó

  1. A vó do Raul só dizia pra ele sair sem se molhar… =P

    Acho que o conselho da Mini é mais prático!

    • Marcela Ortolan disse:

      Verdade! O meu pai cantava essa música do Raul para mim quando era criança. Até o dia em que com 5 anos, eu perguntei como assim quem não tem colirio usa óculos escuro? Acho que traumatizei meu pai… rs

  2. lisaalves disse:

    “Eu canto porque o instante existe e minha vida está completa”.

    Agora com esse conselho, cantarei até no vazio da minha existência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: