Sobre fazer estágio

outubro 4, 2009

Quando fazemos faculdade procuramos fazer um estágio que nos prepare para o futuro. E assim batalhamos por aquela vaga de estágio em uma empresa renomada ou na clinica em expansão.

Eu, estudante de psicologia que era, levei um pouco à sério demais esse negócio de “fazer um estágio que nos prepare para o futuro” e fiz um estágio sobre envelhecimento. E, enquanto tentava sobreviver aos fantasmas da adolescência, aprendi sobre esse outro fantasma muito mais irreversível e assustador.

Alguns de meus colegas de curso foram ainda mais radicais e fizeram um estágio sobre morte. É uma aposta certeira, há 100% de garantia de que se encontrará com aquele futuro para o qual se quis preparar. Envelhecer, só se a morte permitir, se ela tardar, porque ela não falha. Nunca.

Escolher um estágio sobre envelhecimento ao invés de um estágio sobre morte é apostar na esperança. Combina comigo – realista e sonhadora ao mesmo tempo.

Foi desse jeito que, mais uma vez, escolhi a vida. Por mais dura que ela fosse, por mais perdas que ela acarretasse, por mais incerta que ela se mostrasse.

Porque certeza, certeza mesmo, eu só tenho uma, mas é melhor deixar isso para depois.

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: