As tuas palavras

Hoje, ao acordar, logo vi que os barulhos da rua eram matinais demais para ser tarde,

Que a manhã era clara demais para ser chuva,

Que tuas palavras ecoariam em meus ossos

para sempre.

Uma resposta para As tuas palavras

  1. Djabal disse:

    Outra forma de ver, através Emily Dickinson:

    “Não nos atraem os Enigmas
    Que pouco nos escondem –
    Nenhuma coisa está mais morta
    Que a surpresa de Ontem -”

    Beijos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: