Igualzito ao pai*

Ao longo dos anos

tenho descoberto em mim

heranças de meu pai:

 

Essa calma de quem simplesmente aceita

Uma boa dose de paciência

Esse gosto pela conversa…

Isso é herança de meu pai

 

Uma curiosidade infantil

O amor pela ciência e pela história

Essa cara de menina

Esse jeito de menina-madura…

Isso é herança de meu pai

 

Essa necessidade de se comunicar

A vontade de estar sempre fazendo algo

Uma espécie de organização-desorganizada

A mania de tocar vários projetos ao mesmo tempo…

Isso é herança de meu pai

 

O gosto pelo conhecimento

O prazer em viajar

O jeito carinhoso…

Isso também é herança de meu pai

 

Por tudo isso que há em mim,

defeitos e qualidades,

agradeço ao meu pai.

Agradeço-o, em especial, por ter

me ensinado a sonhar.

 

Mas, agradeço mais ainda a minha mãe

por ter mantido os meus pés no chão.

 

 

* O titulo é uma referência a uma música chamada Guri (autoria de João Batista Machado e Júlio Machado) que meu pai cantava para mim ao violão e que marcou muito a minha infancia
Anúncios

13 Responses to Igualzito ao pai*

  1. bic azul disse:

    Síntese linda de 3 letras tão cheias de significado.

    Um abraço.

  2. pedrita disse:

    ih, eu tenho descoberto várias heranças, algumas simpáticas, outras antipáticas. beijos, pedrita

  3. mari disse:

    Belo par formaram a mãe e o pai então.

    E pelo visto herdaste o melhor dos dois!

    Um ótimo fim de ano para vcs e um Natal cheio de união e paz!

    Besos mil, Maga!

  4. Acho que você herdou algo muito belo, o melhor dos dois. Embora os pés no chão façam a diferença, creio que o gene do seu pai irá prevalecer ahahhahahaha!!!!

    Beijos!!!

  5. Querida Marcela:

    Vou ter que me render ao PC e ao Via Voice pois teclar é muito penoso. Este seu oema valeu a conferida no meu e-mail na madrugada. Prefiro esses poemas confessionais que os concretos ou experimentais. Você tocou em um ponto muito especia para mim agora que minha irmã está visitando e nós nos relembramos juntas da nossa casa. Meu pai morreu dia 8 de dezembro.

    Esta poesai me comoveu demais. Noto o crescimento artístico no metamorfose pensante desde o início de sau fase no wordpress.

    Parabéns pelo arrojo e pela confissão embora o Pessoa diga que o “poeta é um fingidor…” e etc. creio que você é muito tr00.

  6. Daniela disse:

    Infelizmente não posso saber o que tenho de herança de meu pai. Visto que ão convivi com ele, só sei de ouvir falar. Mas mesmo assim posso opinar sobre seu texto: lindo. Achei tão bonito, me deu uma saudade do meu pai, mesmo ele não estand o mais entre nós eu o amo muito…

  7. Anny disse:

    Oi Maga:
    Então, por falar em meu pai, aprendi a goatar de ler com ele. Fiz até um post “Como aprendi a gostar de ler”. Alessandro achou interessante como isto aconteceu e disse que ficaria ótimo se escrevesse. Foi o que fiz. Pais são assim. Radicais. Amamos ou odiamos.
    O poema é lindo. Tenho a maior inveja de quem teve esse convívio bom. Tive que inventar um pai legal pra mim. Bom pelo menos posso escrever sobre isto.

    Vc pode me dar seu e-mail?
    Bjos
    Anny

  8. JuJu disse:

    A gente puxa cada coisa dos nosso pais… concorda comigo?

    Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!

  9. Leandro disse:

    Bom, vou repetir o que diz a música:
    Saiu… igualzito ao pai!

  10. Muito bacana a homenagem!
    Beijos!

  11. O universo remete-me a semelhança, a forma e textura, afinal sentimento têm cor. Lindo e intenso como nossa cumplicidade e profecias poéticas.

    beijo de luz e saibas, amo-te deveras.

    gilbert antonio

  12. Gabriela disse:

    Mto bom!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: