Amigos… sempre eles!

Amigos são pessoas muito, muito importantes. Tão importantes que chega a ser mesquinho tentar falar o porquê eles são importantes. Cada um sabe o porquê de seus amigos serem importantes para si.
Por isso, hoje eu vou falar de apenas um dos motivos pelos quais os amigos podem ser importantes. Aliás, um motivo que talvez seja até um tanto inusitado para alguns: amigos são importantes por serem uma grande fonte de aprendizagem.
Andei lendo textos autobiográficos de alguns escritores, andei vendo e ouvindo algumas entrevistas de músicos e outros artistas, andei observando cientistas e grupos de pesquisas e percebi que nestas atividades que são aparentemente tão diversas existe pelo menos um fator em comum: eles possuíam ou possuem pelo menos um circulo de amigos com quem conversar sobre a sua área de atuação.
Pode parecer um tanto improvável esta minha conclusão, mas tenho algumas hipóteses para explicar porque ela faz sentido:

Amigos são fontes de informação. Eles vão nos falar daquele livro, emprestar aquele CD, nos ensinar aquele macete, apresentar uma nova área…
Amigos podem te ajudar a amadurecer uma idéia. Eles vão dar palpites, ajudar você a por um pezinho na realidade ou a sonhar ainda mais alto. Vão fazer ligações com outros assuntos, sobre os quais, inicialmente, você nem tinha pensando. Vão por tudo por uma nova perspectiva, enriquecendo o seu trabalho.
Amigos nos fazem ter novas idéias. Quando conversamos somos constantemente desafiados a pensar, confrontados com outros argumentos, somos forçados a ter idéias novas. Além do que, já diz o ditado: “duas cabeças pensam melhor que uma”, para quem trabalha com atividades de criação um amigo pode ser tudo!
Amigos nos mantém interessados em certos assuntos. Ler um livro é uma delicia. Ler um livro e ter com quem discutir é sublime! Talvez desistamos antes do fim de algumas tarefa se não temos ninguém com quem falar sobre o assunto. Amigos são ótimos motivadores!
Amigos são guias. Ajudam-nos a não perder tempo com caminhos infrutíferos que talvez tentássemos se não tivéssemos ninguém para avisar que todos que tentaram ir por ali voltaram sem resultado.
Amigos comemoram as vitórias conosco. Sim, é isso mesmo que você leu: comemorar quando os resultados aparecem também faz parte do processo de aprendizagem! E quem melhor do que amigos para isso?

Claro que ter amigos não exime ninguém de estudar, mas torna esta tarefa muito mais prazerosa e frutífera. Também é preciso estar sempre disposto a ouvir e a compartilhar. E evite se fechar em rodinhas específicas: quanto mais gente para conversar sobre coisas diversas, maior a chance de aprender algo!

Agora, pense bem antes de dizer que não vai dar uma passadinha naquela reunião porque vai ficar em casa estudando…

Trackbacks: Alessandro Martins – Memórias de um jornalista das antigas; Márcio Pimenta – Coração de Estudante BlogBlogs.Com.Br

24 respostas para Amigos… sempre eles!

  1. Aproveitando o ensejo: Marcela, obrigado por ser uma leitora e amiga virtual das mais presentes e atenciosas.🙂

    Re.: Eu que agradeço por tanta coisa aprendida nesses nossos encontros virtuais, Ina! Um grande abraço pra ti🙂

  2. Oi Maga,

    Que bela reflexão. Amigos são tudo, creio eu. Sem dúvida amigos são importantes demais na construção de idéias e objetivos. Penso que eles, muitas vezes, sabem mais sobre nós que nós mesmos.

    Beijos e adorei!!!

    Re.: É Márcio… lá na psicologia nós dizemos que “o auto-conhecimento vem dos outros”! Sabe, o que eu queria realmente dizer quando escrevi esse texto é: amigos são uma fonte indivisível de carinho… e isso é mais do que o suficiente! Beijos

  3. faggiani disse:

    Oi, Maga.
    Concordo em gênero, número e grau.
    Você é um exemplo do seu próprio texto. Já me ajudou muito por essa vida com suas dicas preciosas!
    Obrigado pela amizade!
    Beijo.

  4. André disse:

    “pense bem antes de dizer que não vai dar uma passadinha naquela reunião porque vai ficar em casa estudando”

    Nossa, quantas vezes eu já fiz dessas. Vou pensar melhor a partir de agora🙂

    Beijos!

    Re.: Pior que eu também, André! E sabe, em geral a gente não aguenta ficar muito tempo estudando… então, uma passadinha para relaxar pode ser um ótimo jeito de desemperar aquele artigo que não sai do terceiro parágrafo… Beijos

  5. Fiz uma besteira. NOmeei teu blog e coloquei o nome teu errado. amanhã. Perdoa?
    Não tenho amigo. Pobre tem parentes.

    Re.: hahahaha só você mesmo, Tina! Desencana! Beijos

  6. faggiani disse:

    Desculpe o comentário estranho, mas: meu outro comentário não chegou?
    Eu disse que você é um exemplo disso que descreveu no texto. É uma das pessoas mais capazes de criar diálogo que conheço. E já me ajudou muitas vezes com dicas AC.
    Obrigado!
    Beijos!

  7. Angelo Horst disse:

    Mas como disse o Bruno, por onde andou o grande amigo do Zezé que não disse pra ele que aquela calça é horrível?! Hehehe!

    Re.: Tu não tens idéia de como estou rindo agora, Angelo! hahaha Muito boa! Beijos

  8. […] sobre o simples ato de escrever em blogs e as amizades que criamos através deste espaço, por fim, pense nos amigos de vez enquando e perceba, entre outras coisas, que nós precisamos demais deles. Mas apenas dos […]

  9. Robson disse:

    Oi, Maga!
    Acho que você é o próprio exemplo do que quis dizer. Não conheço outra pessoa com tanta capacidade de criar amigos, e produzir uma rede de comunicação.
    Além disso, já me ajudou muito em várias empreitadas AC. Ou seja, você é a própria amiga que descreve..
    E, agora, está provocando em mim a vontade de escrever sobre neuropsicologia.
    Beijos, e te cuida!
    Robson.

    Re.: Você foi uma das pessoas que me ensinou que “tu te tornas eternamente responsável por aquele que cativas”. A tua amizade é um presente e tanto para mim! Beijos

  10. Por isso tenho o prazer de dizer que és minha amiga e que aprendo contigo e que te amo, Maga 😉

    Beijos e beijos!

    Re.: Daisy, minha linda, amigas somos, então, pois também aprendo sempre contigo! Beijos

  11. Marco disse:

    Olá, Marcela.
    Você está coberta de razão. Ter amigos é fundamental para trocentas coisas. Tenho andado sumido por conta do meu computador andar adoentado. E foram meus amigos que o examinaram e me indicaram alternativas. Uma delas, acabei seguindo: comprei outra máquina.
    Tenho muitos amigos, com quem troco experiências e conhecimentos. Ai de mim sem meus amigos.
    Bom feriado. Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

    Re.: É… não tem muito o que dizer né? Quando fala-se de amigos eu fico com o Mario de Andrade: Amigos são – ser, verbo intransitivo. Beijos e bom retorno!

  12. Luma disse:

    Amigos são a família que escolhemos! Aprendo muito com eles! Bom feriado! Beijus

    Re.: Olá, Luma! Sim… amigos são tantas coisas que no caso deles o verbo ser se torna intransitivo: amigos são. Depois a gente sabe que vem um adjetivo! Beijos

  13. JuJu disse:

    Também, quem é que não vive sem amigos? A solidão é um fardo insuportável…
    Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!

    Re.: É… sem amigos a vida seria bem menos saborosa – se é que não totalmente intragável. Pelo menos para mim! Beijos

  14. Rafael disse:

    Muito lindo o seu post.
    ^^

    Estou amando seus comentários lá no blog. Ora me abrem os olhos, outrora me estimulam a continuar escrevendo.

    E com certeza, amigos músicos tocam juntos o mesmo estilo.
    hehehe
    =)

    Re.: E eu estou adorando aprender um bocado com os teus textos, Rafa! Beijos

  15. Ursula disse:

    Acho q os amigos preenchem nossa vida. Eles são pau pra toda obra. Nos apoiam, nos ajudam.
    Beijos

    Re.: Preenchem a nossa vida… e como fazem bem esta tarefa, hein? Beijos

  16. thahy disse:

    amigos…

    vc disse tudo, mar

    brigada por compartilhar conosco!

    Re.: Obrigada por compartilhar comigo a sua amizade, Thahy😉 Beijos

  17. garotabossanova disse:

    Saudade de te ler,de te beber por entre palavras.Estou voltando aos pouquinhos.Beijinho doce.

    Re.: Estava com saudades de tuas belas palavras, Garota!! Sejas bem vinda de volta a blogesfera! Beijos

  18. pedrita disse:

    é, amigos são maravilhosos. não sei o que seriam as minhas experiências culturais sem ter os amigos para compartilhar e o blog ajuda nesse compartilhamento, porque divido com os interessados sem aborrecer os que não gostam dessa ou daquela atividade. também são bons para mostrar outros pontos de vista e vermos que não existe só aquilo que acreditamos. infelizmente no Brasil quem lê um livro por ano lê muito. para uma maioria eu leio muito, mas para as pessoas que conheço tenho vergona de tão pouco que leio. conheci uma pessoa que disse que os livros enlouqueceram um conhecido e que livros fazem mal às idéias. assustador! beijos, pedrita

    Re.:Eu orbito entre dois mundos, Ped´s: o das pessoas que já leram muito, e o das que não lêem quase nada… Adoro ler, e sempre que posso estou com um livro, contudo já tento ficar mais tranqüila, pois sei que não vai dar para ler todos os livros do mundo… rs Por isso, lentamente vou construindo o meu delicioso caminho de palavras… E a cada dia leio com mais prazer! Beijos

  19. Marco disse:

    Gostei muito do texto que você transcreveu lá no meu Antigas Ternuras. Obrigado. Ele é belíssimo e eu concordo com tudo o que ele dia, até nas últimas vírgulas.
    Carpe Diem. Aproveiteo dia e a vida.

    Re.: O texto é lindo mesmo, Marco! Fico contente de que tenha acertado na escolha do texto… beijos!

  20. fernando disse:

    muito legal esse texto…..
    boa semana
    abraço

    Re.: Que bom que você curtiu, Fer… um blues beijo para ti

  21. Fê_Notável disse:

    Oi Maga!
    Bom te ver em casa nova!!! Adorei o novo blog!!! =)
    Sobre o texto… amigo que é amigo tem mil e uma utilidades! rsrsrs

    Beijos

    Re.: Obrigada Fer! hahaha Verdade… amigo é melhor que “Bom-Bril” rs… beijos

  22. Douglas disse:

    Suponho que sejas psicóloga ou estuda para ser uma.
    Concordo com todas as agradáveis ajudas e suporte que os amigos nos oferecem. Mas a obviedade, às vezes, ofusca o lado oposto.
    Esses seriam então os motivos para se fazer amigos?
    A natureza humana é egoísta a ponto de ter que haver uma certa solidariedade mecânica para benefício próprio, onde o mais benevolente sempre se ferra ?
    Não estou querendo desafiar ou criticar o seu ponto de vista, muito pelo contrário. Gostaria de achar a resposta com você.
    Desse jeito não lhe parece que relações humanas são baseadas em interesses particulares?
    Será o homem tão sórdido, sujo e cruel?

  23. Eu é que não troco um amigo por um livro. Mil vezes um amigo dizendo besteiras que um livro com mil sabedorias.🙂

    Aliás, está movimentado aqui, não? Cheio de amigos…

    Abraços do Ale!

  24. Anny disse:

    Oi Maga:
    Encontrei você no blog do Alessandro. Tenho uma amiga precisando de suas palavras de amizade. Vou enviar o seu link para ela posso?
    Gostei muito do seu post tudo que eu preciava ler hoje. Muito bom. Adorei.
    Abraço.
    Anny

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: