Leituras

Toda vez em que sou perguntada sobre qual o meu livro preferido, sempre respondo: o livro que estou lendo agora. Não porque cada livro que estou lendo seja sempre melhor que o anterior – infelizmente nem sempre isso acontece. Também não é porque não existam livros que marcaram mais que outros, ou, ainda, que não existam livros dos quais eu não tenha gostado. Contudo, no momento em que estou lendo um livro ele se torna o mais importante para mim. É com ele que estou interagindo, são as suas palavras que estão conduzindo os meus pensamentos no presente. Um livro fechado na estante é um objeto qualquer e nada mais. O livro só existe como tal na sua relação com o leitor.

“um livro de poesia na gaveta não adianta nada/ lugar de poesia na calçada” Sérgio Sampaio.

 

Então o Catatau perguntou-me quais seriam as minhas leituras mais presentes, mais próximas. Não foi fácil, e o resultado é mais um retrato momentâneo do que um lista definitiva. Vamos lá:

 

Ciência e Comportamento Humano, B. F. Skinner

Esse com certeza é um dos mais presentes na minha vida. O meu primeiro contato com seus trechos foi no primeiro ano de faculdade e de lá para cá sempre o estou consultando, relendo trechos para poder compreender melhor alguma parte da teoria da Ciência do Comportamento. É considerado o livro de referencia da área trazendo as linhas gerais desta ciência. Mais de 50 anos da sua publicação e esta continua sendo uma obra revolucionária – e que ainda rende muitas pesquisas na área, muita discussão, e muitos pontos abertos para pesquisa. Além da proximidade como leitura, esse livro é representativo de uma categoria das minas leituras: a literatura referente à psicologia, em especial, ao Behaviorismo Radical.

 

Quintana de Bolso, Mario Quintana

Esse livro é uma compilação de alguns dos mais conhecidos poemas do autor. É um livro, como o titulo diz, pequeno e fácil de carregar e acaba sendo, por isso mesmo, minha primeira opção quando preciso de um livro que caiba em qualquer lugar. E o melhor: lê-lo sempre me faz bem! Mario Quintana é irônico, divertido, belo, simples, genial… Recomendo a experiência de passear pela vida em sua companhia…

 

Carlos Drummond de Andrade

Era para ser um livro, mas no caso do Drummond fica sendo a obra. Já li vários livros dele, tenho alguns livros que estão na minha estante e que sempre estão sendo relidos e tenho alguns versos dele que levo sempre comigo, de cor, para que sempre que necessário eu tenha a sua visão de mundo por perto – visão por vezes um tanto mau-humorada mas sempre precisa…

 

Sensível Desafio, Célia Musilli

Um livro evidentemente feminino, e seu nome não podia ser melhor: este livro está sempre desafiando a sensibilidade do leitor. Poemas e cartas que me tocam e inspiram por esta vida. Alias, neste caso não apenas o livro, mas tudo que a Célia escreve tem sido um grande aprendizado para mim.

 

Água Viva, Clarice Lispector

É um livro lindo, curtinho, mas onde cada frase pede uma reflexão própria. Anotei muitas frases quando li, e até hoje me surpreendo ao relê-las, e tenho certeza que se lesse o livro novamente outras frases seriam anotadas. De resto ele fala por si só:

“Inútil querer me classificar: eu simplesmente escapulo não deixando, gênero não me pega mais. Estou num estado muito novo e verdadeiro, curioso de si mesmo, tão atraente e pessoal a ponto de não poder pintá-lo ou escrevê-lo” p. 14, Clarice Lispector, Água Viva

 

****

Quem estiver a fim de responder a pergunta avise nos comentários que eu acrescento o link aqui neste post.

Oba! Três queridos leitores já toparam o desafio e vão matar a nossa curiosidade a respeito das suas leituras mais próximas: Thahy, André e Robson. Valeu pessoal!

Mais alguém sentiu-se desafiado?

 

 

18 respostas para Leituras

  1. thahy disse:

    hmmm…. vou responder…

    aiai, saudade de ti no meu blog😉

    Re. Oba!!!! Olha, eu demorei para escrever este post pois o processo não foi simples, mas foi muito proveitoso! Sumi do teu blog mesmo, amiga… fui traída pelo Reader! Também senti falta do teu espaço, mas já estou arrumando as coisas por aqui para voltar a frequenta-lo. Beijos

  2. Ursula disse:

    Eu tbem teria dificuldade pra apontar livros preferidos. Concordo com vc, o q estou lendo no momento seria o mais importante…no momento. :-))
    Beijos

    Re.: É bom saber que tem mais gente que pensa assim, Ursula! Por sorte eram os mais presentes… se fosse para escrever os “preferidos” eu acho que nem tentaria responder a brincadeira… (risos) Beijos

  3. André disse:

    Precisa perguntar? Em breve uma resposta bem linda, colorida e cheirosa!🙂

    Vou procurar o livro do Skinner pra dar uma olhadinha😉

    Beijos!

    Re.: Adorei a tua resposta, André! Bacana você ter topado a brincadeira🙂 Resposta cheirosa? Um post revolucionário, eu diria…😉 Ah, o livro do Skinner é muito bom, só não sei se você vai gostar… risos. Beijos

  4. […] o post da Marcela, que deu continuidade ao meme sobre “Os livros que estão presentes em sua vida”, passou […]

  5. faggiani disse:

    Opa, gostei!

    Em breve, vai aparecer o sou fã – parte iv, e vai ser sobre livros.

    Beijos, cientista.

    Re.: Legal, Robson! Vou esperar para ver, estou gostando bastante desta sua sequência de posts!🙂
    Cientista? Para quem? Você sabe que isso ainda é controverso, né? rs. Mas a gente tenta… a gente tenta… Beijos

  6. Leituras interessantes, cabeça interessante. Adoro a Clarice Lispector. Encanta! Alguém havia me falado deste livro recentemente e assim que for ao Brasil irei adquiri-lo. O Mário Quintana é singular e essencial.

    O Carlos Drummond de Andrade eu tenho um preconceito bobo.😀 Mas começo a me interessar por sua obra. Vou aproveitar meus tempos livres e tentar me aproximar, devagarinho….

    Os outros dois eu não conheço. Mas sobre comportamento humano eu tenho “Humano, demasiado humano” de Nietzsche (assim que escreve?) que adoro.

    Beijos e adorei saber o que anda lendo!

    Re.: Água Viva é muito bom mesmo. Mas sempre fico receosa em indicar livros da Clarice para homens, sempre me parece que é mais difícil para eles se sentirem tocados pelo estilo dela de escrever do que para elas. Olha, eu acho que Drummond não é simples e nem sempre palatavel, mas pode ser encantador quando descobrimos como ele no nosso cotidiano, afinal somos contemporâneos dele. Eu não li este livro do Nietzsche, mas desconfio que a visão Skinneriana de comportamento humano te surpreenderia… Beijos

  7. JuJu disse:

    Sempre lendo muito, não é? E concordo com a sua definição de livro favorito!
    Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!

    Re.: Que bom que tem mais gente pensando assim… rs beijos

  8. pedrita disse:

    eu tenho meus livros preferidos, mas são vários. interessante como vc gosta de livros de poesia, eu leio sempre algumas, mas não tenho o hábito constante de ler poemas. gosto de literatura e textos extensos. não li água viva da clarice, anotado. beijos, pedrita

    Re.: Pois é, Ped´s, sabe que nem eu tinha reparado que havia colocado três livros de poesia na lista? Na verdade esses são meus livros mais próximos, os que mais consulto, re-leio… nem saberia fazer uma lista de livros preferidos… não consigo pensar nestes termos… rs. Água Viva é ótimo, espero que gostes!!!! Beijos

  9. Giovanna disse:

    Que delicia de blog .

    Re.: Obrigada…😉

  10. Não consigo escrever listas sobre melhores livros. Sempre encontro a dificuldade de comparar épocas, estilos e assuntos e acabo, finalmente, comparando o que não é comparável. Por outro lado, tenho o maior prazer de ler listas dos outros. A sua está ótima.

    Re.: Olá Alexandre, que bom que você gostou da lista!🙂 Na verdade eu só consegui escrever porque a proposta era “livros mais próximos”, então pensei nos livros que mais tenho consultado nos últimos tempos, aqueles que mais tenho re-lido, ou nos quais mais penso… também não conseguiria escrever uma lista sobre quais livros considero melhores, ou quais são meus livros preferidos… Beijos

  11. Daisy Carvalho disse:

    Oi, Maga!!!! To com saudade, vc sumiu, pensei q estivesse chateada comigo rs… Ó, concordo com vc, pra mim tb o livro melhor é o q estou lendo, não tem jeito…

    Um monte de beijos, Maga!

    Re.: Sumi, mas já estou de volta…😉 beijos

  12. Maga, acho que você disse a palavra chave ao explicar a proximidade com o livro que se lê: a interação. Aquele momento em que o livro está na mão – ou na tela do computador – é único e faz com que aquela leitura seja especial perante as outras. Claro que depois de fechado ele vai encontra seu lugar na estante e competir com uma porção de obras lidas. Achei muito bacana ver o livro da Célia entre as suas leituras – gosto muito do Sensivel Desafio também. Abraços para ti!

    Re.: Ahhh, Rafael, você é sempre muito sensível! Fico feliz com a sua presença por aqui… beijos

  13. JuJu disse:

    Quando é que vai sair mais uma obra-prima desta poeta blogueira, hein?
    Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!

    Re.: Obrigada pelo elogio Ju! Obra-prima? Caramba, que adjetivo generoso o seu😉 Beijos

  14. Estou adorando ver o sucesso de seu blog! Muuuuuitos comentários! Parabéns. Merecido.

    Re.: Pois é, até o Alessandro Martins deixou um comentário por aqui, você viu??😉 Obrigada pelos votos, Alessandro🙂 Beijos

  15. Oi, Maga, sempre bom vir aqui e encontrar informações variadas que demostram seu enorme interesse por tudo…Uma mostrra da sua vivacidade que muito me chama a atenção…E obrigada por incluir o Sensível Desafio entre os livros preferidos e no meio de tantas feras que nem sei o que dizer…rss. um grande ebeijo

    Re.: Não precisa agradecer não, Célia, afinal, seu livro faz mais do que merecer para estar aqui… Beijos

  16. Angelo Horst disse:

    “Ciência e Comportamento Humano” é o meu mais novo desafio.

  17. Lenira Almeida Heck disse:

    Olá Maga,
    Concordo em grau e número com o que disseste a respeito da importância dos livros. Livro bom é aquele que estamos lendo no momento, senão, não estariam em nossa companhia, não é mesmo? Livros são como os amigos. Se os temos por perto é porque temos algo em comum. Parabéns pelo teu site. Abraços a todos os comentaristas.

  18. […] Além do mais, sinceramente acredito que o melhor livro é aquele que estou lendo no momento. […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: